Formas de Pagamento

 

A Lingerie Confidence trabalha com pagamentos à vista e parcelados, todos através do PagSeguro UOL e Cielo, conferindo mais segurança aos nossos clientes e parceiros, conforme as regras e condições que se seguem nos sites de cada serviço:

logo_pagseguro_logo

PagSeguro

Ao escolher a opção PagSeguro o portador do cartão, será  direcionado para o ambiente seguro da PagSeguro. Após a conclusão da compra, este retorna ao nosso site. O cliente terá que ser cadastrado no site PagSeguro para realizar o pagamento.

 

Os dados do pagamento não são enviados à loja, o sistema de pagamento do PagSeguro conta com os principais certificados de segurança.

 

Desta forma (PagSeguro) o consumidor poderá realizar os pagamentos em até 6x sem juros, a partir de 6x serão cobrados juros do cartão.

 

 

Crédito

visa
mastercard
elo
diners
discover
amex
jcb
aura

 

Débito

visa-electron

 

bradesco
bb
santander
hsbc
itau
caixa
mercantil
banrisul
sicredi
banco_rendimento
brb
safra

 

Se o pagamento for por Cartão de Débito, você terá DESCONTO de 3%.

 

*OBS: Na compra por boleto bancário é cobrada a taxa de R$1,00 (um real) pelo Pagseguro para análise de risco.

**OBS: Os pequenos juros cobrados no parcelamento para pagamentos em cartões são cobrados pelas operadoras de cartões e não pela Lingerie Confidence. Não trabalhamos com cheques nem boletos faturados.

 

Regras de ICMS para fora do estado:

A Lingerie Confidence trabalha em total convergência com a lei ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). No dia 01 de Abril de 2011 alguns Estados começaram a cobrar o ICMS dos consumidores que realizam compras não presenciais (comércio eletrônico). Os Estados que aderiram a esta legislação são: Piauí, Ceará, Maranhão, Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Sergipe, Espírito Santo, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Amapá, Acre, Goiás e Rio Grande do Sul. Pedimos aos nossos clientes, que verifiquem as regras de seu Estado referente a diferença de ICMS. Estes valores são recolhidos pelo cliente através de guia código 1120, para liberação junto à transportadora, Correios, Tam Cargo e etc. Este custo referente ao Imposto (ICMS) obrigatoriamente será pago pelo cliente, conforme a legislação do seu Estado de entrega do pedido.